quarta-feira, agosto 22, 2007

A estranha história de Dean Reed

Hoje estivem a curiosear sobre a singular história de Dean Reed, também conhecido como o Elvis Vermelho. Um tipo cujo periplo vital começa em Lakewood, Colorado, em 1938, onde a sua família tinha umha granja de polos, e acabou na RDA, no ano 1986, no fundo de um lago.
Este músico de country obtivo certo sucesso no seu próprio país, mas as suas letras "anti-patrióticas" valerom-lhe a sua deportaçom à Argentina. À partir de aí, fixo-se popular em Perú, Chile, a própria Argentina. Mais tarde, ganharia as lentelhas como actor de spaghetti-western na Itália. No ano 1966, visitará a URSS convidado polo governo soviético. Chegou a ser um verdadeiro Elvis alternativo, pois frente a vanalidade das letras do de Menphis, esta atípica estrela do country cantava-lhe à causa anti-belicista, contra o armamento nuclear, contra o imperialismo ianque....
Viveu exilado na RDA e nom regressaria aos USA até o ano 1985. Pouco depois morreria a bordo de um carro, afundido num lago no seu país de adopçom. Pressumia-se que podia ter sido assassinado pola Stasi, como conseqüência do seu pretenso descontentamento com o regime, ainda que posteriormente desclassificaria-se dos arquivos da Stasi a nota de suicídio que deixou como despedida.

2 Comments:

At 5:13 AM, Blogger gustavo harvey said...

Nemgumha agressom sem resposta... estou contigo Tangaranho!

 
At 10:02 AM, Blogger alberte momán said...

forza, compañeiro.

 

Postar um comentário

<< Home