terça-feira, fevereiro 22, 2005

Um olhar no Joe's Bar

Os viajantes que chegam
ao
Joe's Bar
näo trazem sinais de grande sabedoria.

Chegam em pacotes, bem enbrulhados e pelo ar.

Cambaleiam um pouco
antes de começarem a beber
e a esvaziar os olhos para as mulheres
húmidas da noite
do Funchal.

Mostram fotografias originais,
mesmo do Eufrates
e do Nilo

e refrescam as gargantas
nas palavras de sonho
com que constroem
toda a mitologia do grande oceano.

Imaginam essas águas primaveras
nos seus copos
enquanto devagar uma lágrima
vai acometendo a mäo feminina
como se fosse uma âncora

de desejo.

Rogério Carrola

2 Comments:

At 9:24 PM, Blogger mariah1979 said...

Adorei esse trecho: "e refrescam as gargantas
nas palavras de sonho
com que constroem
toda a mitologia do grande oceano."

 
At 2:06 PM, Blogger alberte momán said...

magnífico!!
moi expresivo.

 

Postar um comentário

<< Home