quinta-feira, novembro 17, 2005

Reflexions do dia depois

Agora que sabemos com um bocado mais de detalhe o que aconteceu nas últimas horas e em quê situaçom ficam exactamente as pessoas repressaliadas, cabe reflectir sobre o acontecido. O alcance da operaçom repressiva é provavelmente muito maior do imaginado por alguns. Esta operaçom senta precedentes certamente perigosos: o que se fixo umha vez, pode voltar repetir-se e nom exactamente com os mesmos protagonistas. Cabe recordar aquele tam manido poema de Bertold Brecht “...quando vinherom por mim, era tarde de mais”. Há quem observa como elemento positivo umha pretensa reacçom de rejeitamento social que, parece ser, sobardou os limites da influência social do independentismo. Pois a mim, ainda assim, dá-me a sensaçom de que umha imensa maioria dos que se tinham que inteirar do que acontecia, nom captarom muito bem o fio argumental deste filme. Ontem, poucas horas depois de saber-se que a Audiência Nacional se declarava incompetente para o caso, havia críticas geralizadas à operaçom contra a AMI; antontem os posicionamentos nom eram tam claros, e mesmo havia quem celebrava a detençom dos dez companheiros. Quê aconteceria se a declaraçom de incompetência nom se tivesse dado? E agora, os responsáveis políticos e os méios de comunicaçom que tomarom partido neste assunto, fazendo de propagandistas a favor dos repressores, vam retractar-se do manifestado? Eu recomendaria ver este artigo em Vieiros e os comentários que o sucedem, e também a análise que oferece Primeira Linha sobre as primeiras reacçons à redada contra o independentismo galego. E para fazer-se umha ideia de a quê me refero quando falo da tomada de partido dos méios de comunicaçom, vede este artigo do Félix Soria. Observade, já obviando as inexactitudes pode que até intencionadas nos dados históricos, como estabelece limites entre uns e outros, como tratando de criar um estado de opiniom favorável a que a repressom se encaminhe concretamente a umha facçom determinada do independentismo (e, naturalmente, por extensom, a quem tiver a ousadia de partilhar com eles foros ou espaços de actuaçom)

Atençom ao que poida passar-se a partir de agora, com já duas organizaçons independentistas com um processo pendente por associaçom ilícita.

1 Comments:

At 9:46 AM, Anonymous xávi said...

E venho de ler sobre a convocatória da manifestaçom contra a repressom e a FPG nom aparece entre os participantes... Que se passa???

 

Postar um comentário

<< Home