quarta-feira, agosto 31, 2005

Alberte

Alberte é um gajo com sentido do humor; isso é um traço que partilha de algumha maneira com o último galego que editara com arcosonline.com, o também amigo Mário Herrero. Claro que no caso de Alberte nom há essa ironia fatalista, esse humor tam densamente negro. Alberte Momán tem dentro de si um pouso de vitalismo patológico que irrádia com a sua simples presença. Deve ser por isso que raro é o auditório que nom lhe agradece longamente as piadas e deve ser por isso também que tem fama de ter sucesso com as mulheres. Alberte o mesmo retrata a paisagem urbana e humana da caótica Beirut, aquela Beirut dos anos do exílio "lugoslavo", que ceiva fervenças de erotismo em tinta. Por isso até é diabolicamente sensual. Por isso o considero um génio.
Parabéns, rapaz...

1 Comments:

At 6:09 PM, Blogger alberte momán said...

muito obrigado. pra mim a 'erótica' foi dende sempre um pequeno orgulho, porque partíu mais que nunca duma realidade.
O do humor, nao é mais que uma resposta a um mundo que nao nos permite mais que rir por nao chorar, também é que gosto muito de sentir que quem escuita comparte comigo parte do texto.
Polo demais, o sucesso, nao considero que seja tal, pero no meu caso, o que for é tao efémero que resulta quase que um sonho (fermoso).
fico compracido ao pensar que todo isto o dis, alén da nossa amizade, porque gostaches dos textos, o qual faz-me sentir muito contente.

uma aperta

 

Postar um comentário

<< Home