sexta-feira, março 21, 2008

John Balan, o vaqueiro do Seixo


John Balan dixo adeus ao mundo ontem em Ponte Vedra. Estava enfermo e roto, afastado dos cenários, acabando os seus dias num asilo de idosos. Ninguém lhe tirava música às portas como ele, nem fabulava e interpretava como ele.

Quem era realmente John Balan? Era um freakie ou um génio incompreendido? Quando a loucura se convirte numha estranha genialidade, as fronteiras entre o original e o estrafalário diluem-se...

O vaqueiro do Seixo já cavalga na sua derradeira viagem cara o solpor. Boa viagem e boa sorte, John Balan...










2 Comments:

At 8:16 PM, Blogger paideleo said...

Eu non o coñecía de nada pero seméllame unha persoa que tiña unha paixón como outra calquera e que non tiña vergonza en mostrala ao mundo.

 
At 2:51 PM, Blogger O Raposo said...

Nunca as portas acadaron tan alta capacidade artística. Grazas John Balan.

 

Postar um comentário

<< Home